20 de jun de 2012

Capitão Nascimento, esporte e política por Omégeni Ramos


Na política você pode ter certeza que não vai acontecer como no filme Tropa de Elite, no qual ator Wagner Moura, interpreta o famoso Capitão Nascimento (policial considerado "incorruptível" pelos seus pares), usa a frase: “Pede pra sair!”.

Parece que aconteceram ontem as eleições do ano de 2008, ano em que nós, cidadãos do município de Pimenta Bueno, autorizamos e delegamos por meio do voto o poder para “alguns” nos representarem no decorrer de quatro anos.

E agora que quatro anos se passaram se torna pertinente questionar: será que aqueles que nós escolhemos, nos representaram de maneira justa e estamos orgulhosos da representatividade que tivemos?

A hora é agora de avaliar e escalar conscientemente a equipe que comporá os times do Poder Executivo e Legislativo do município de Pimenta Bueno.

Como diz o ditado: “Em time que está ganhando, não se mexe”; questiona-se: o time que nós escalamos para jogar durante quatro anos foi um time que nos alegrou, atendendo realmente as necessidades da torcida composta pelos cidadãos pimentenses?

No futebol é mais fácil, pois a torcida tem um poder imenso e com gritos altíssimos demonstram de imediato a insatisfação com o jogador que não está proporcionando resultados dentro de campo; quanto aos eleitores é oportunizada a manifestação (positiva ou negativa) somente de quatro em quatro anos.

Para a torcida pimentense, demorou, mas chegou a hora! Agora é o momento de analisar com muita consciência e sabedoria e realizar a escalação de um time que proporcione a torcida dos cidadãos pimentenses muitos títulos e conquistas durante os próximos quatro anos.

Conforme dito anteriormente: “Em time que está ganhando, não se mexe”. Ao analisarmos este ditado se faz necessário observar se os representantes das equipes que formam o Poder Executivo e o Poder Legislativo do Município de Pimenta Bueno exerceram com competência e responsabilidade a representação que lhes foi delegada por meio do voto. Se assim procederam, devem permanecer! Caso contrário, o momento da substituição é agora.

Atualmente podemos contemplar a existência de jogadores que estão aguardando a oportunidade para fazer a diferença, visando atender as necessidades, as expectativas e os anseios da torcida composta pelos cidadãos pimentenses.

Um lembrete à torcida pimentense: a permanência de um jogador ou a substituição deste está em suas mãos. Acredito que a torcida dos cidadãos pimentenses é composta por cidadãos esclarecidos e observadores, os quais certamente estão preparados para tomar tal decisão com sabedoria e discernimento.

Uma questão que não quer calar: Se “em time que está ganhando, não se mexe”, será que o time atual está nos representando como deveria? Portanto como diz o Capitão Nascimento: “A hora é agora!”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário