26 de mar de 2014

“Se não ler, irá saber pela boca alheia”.

Por: Omégeni Ramos

Ponto positivo

Foi marcado pelo prefeito Jean Mendonça, com centenas de servidores, pois encaminhou para o Poder Legislativo que aprovou, projeto de Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos.

Há muitos anos, servidores almejavam essa conquista, pois complementações precisavam ser feitas para os mesmos alcançar a base salarial, o que não será mais necessário.

Mais um ponto

Desta vez, com centenas de moradores do bairro Nova Pimenta, pois no último sábado e domingo, 22 e 23, foi realizado na escola Nair Barros, cadastramento dos mesmos para receberem o Titulo definitivo de suas propriedades.

De início serão contemplados 2.000, porém esta parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de Pimenta Bueno, irá beneficiar aproximadamente 4.000 pessoas que poderão, através de financiamentos, investir e valorizar cada vez mais suas propriedades, pois serão suas de direito por lei.

População pimentense

Como sempre, desinteressada pelas causas municipais, pois na 1ª Conferência Municipal de Proteção e Defesa Civil, realizada nesta terça-feira (25), na Câmara de Vereadores, contava-se nos dedos os presentes.

Os mais experientes

Dizem que o trânsito de nossa cidade está um verdadeiro caos, visto a implantação do projeto mão única, que feito “às pressas” não levou em consideração as condições do desempenho urbanístico e outras particularidades, deixando os usuários das vias públicas em constantes embaraços para se deslocarem no vai e vem diário, gerando desagrado para muitos e um aumento considerável no gasto de combustível (empresas locais falam em 30 % mais).

Os visitantes (condutores)

Esses então, nem com GPS conseguem transitar sem que passem por transtornos, e lógico, acabam, por este motivo, levando uma má impressão da nossa cidade. Isto se, ainda não levar de brinde uma multa ou ser “alvo” de acidente de trânsito.

Dando BO?

Recentemente, foi registrada ocorrência por um empresário e proprietário de um imóvel na Rua Visconde de Mauá, onde reside e também possui um loteamento.

Segundo informações, o empresário manifestou o seu descontentamento com a obstrução contínua do local, usado para atividade de autoescola.

Sabemos que, não ter um local para o trabalho das autoescolas é um problema antigo em Pimenta Bueno.

Falando em Autoescolas

Possuem escritórios para atendimento de seus clientes, locais particulares, mas a maior parte dos serviços é realizada nas ruas da cidade, como as aulas práticas, neste caso com veículos credenciados e exercendo o direito de livre trânsito, apesar de causar certo transtorno. Porém para as aulas de baliza utilizam vias públicas, valendo-se de autorização da prefeitura, que permite que apenas meia via seja utilizada para esses fins.

Na verdade, algumas empresas “trancam” o local, com isso, “impossibilitando” a passagem de outros veículos e o pior, fazem isso durante o dia e a noite. Houve casos de algumas deixarem a rua fechada mesmo após o termino de seu expediente. Vale ressaltar os abrigos que estas constroem nas calçadas próximas as ruas interditadas.

Outra observação é que, independente de ter por perto o instrutor, existe o risco de acidente envolvendo quem está e quem passa pelo local.

Abrigo

O que foi construído possivelmente por empresa de autoescola, na Rua Visconde de Mauá, foi destruído. Não foi registrada nenhuma ocorrência. É! Pimenta Bueno já não é mais aquela cidade pacata como muitos diziam.

Fato curioso

A Av. Teotônio Vanderlei, ao lado do quartel da PM, local que já foi motivo de grande polêmica no passado, pois as condições de trânsito e a má conservação fez com que, mesmo constando na planta do município como rua, no passado passou a fazer parte do pátio da PM sendo utilizada para guarda de veículos e madeiras apreendidas. Somente depois de muita insistência e extensas negociações que envolveu inclusive o governo do estado, o local foi aberto ao trânsito. Dizem que para tanto e através de negociação política a prefeitura compensou o estado com o terreno onde hoje se encontra a agência do IDARON.

Parece que não, mas a Teotônio Vanderlei  é de extrema importância para facilitar o fluxo, principalmente dos veículos da Polícia Militar em caso de ocorrências, visto que a marginal é mão única.

Não durou muito a alegria pela abertura e asfaltamento da avenida, bastando apenas um sim, para obstruí-la novamente.

Informações dão conta de que teria sido autorização verbal concedida pelo prefeito Jean Mendonça para que a referida fosse utilizada por empresa do ramo de autoescola.

Fico imaginando se todo comércio ou prestadores de serviço exigissem o mesmo direito de utilizarem ruas e demais locais públicos para suas atividades. Nossa cidade seria transformada em uma grande feira permanente.

É preciso que “uma nova história” também seja construída para as autoescolas de Pimenta Bueno, pois lutam por vários anos por um local para que possam exercer as atividades com mais tranquilidade e segurança, sem causar transtorno para comunidade.

PORTARIA Nº 1.065, DE 19 DE SETEMBRO DE 2013

Autoriza a transferência de recursos de custeio aos municípios participantes da Agenda para Intensificação da Atenção Nutricional à Desnutrição Infantil de acordo com avaliação das metas pactuadas para o ano de 2013.

Pimenta Bueno está sendo beneficiado? Se estiver, quero saber como está sendo aplicado o recurso?

Uma nota de esclarecimento explicando para esse humilde jornalista e comunidade pimentense em geral, já será suficiente.

 E-mail correiopimentense@gmail.com será publicada imediatamente, após confirmação da fonte responsável pelo envio.


Até a próxima

Nenhum comentário:

Postar um comentário