11 de abr de 2012

Pimenta Bueno Opinião - Decisão errada é prejuízo garantido por quatro anos.

Um dos fatores principais para uma decisão errada é a corrupção que parte do próprio eleitor quando vende o seu voto. 

Este é um problema gravíssimo e com possíveis consequências futuras.

Na maioria das vezes por necessidade algumas pessoas se corrompem por uma cesta básica, um exame, um remédio para pressão e outras coisinhas simples, mas que para quem precisa não é tão simples.

Estas coisinhas “simples” irão custar quatro anos de prejuízos, pois a decisão errada que você tomou no passado e que possivelmente possa ser tomada errada no momento em que se aperta a tecla Confirma na Urna Eletrônica para honrar aquilo te beneficiou ou poderão te beneficiar momentaneamente naqueles dias que antecedem as eleições lhe custou caro ou poderá lhe custar caro no futuro.

Quem você acha que é o corrupto de verdade? “Nós eleitores” ou os políticos que remanejam (desviam) recursos armam esquemas para fraudar licitações e outros tipos de manobras em prol a eles mesmos sem nem se preocupar com o município, Estado ou país? Se você vende o seu voto, significa que nenhum tipo de satisfação precisa lhe ser concedida, mas até você cidadão que possivelmente deve ser leigo sobre o sistema verá algumas coisas mínimas sendo realizadas para serem usadas como marketing.

Devemos pensar bem na hora de escolher aquele ou aquela que estaremos passando uma procuração para administrar o dinheiro arrecadado com os impostos que pagamos. Dinheiro de emenda parlamentares Estaduais ou Federais que são destinadas para o município e que na maioria das vezes é aplicada de forma errada, pois obras são construídas, mas e o dinheiro dessas obras que é pago com nosso suor será que está sendo revertido em beneficio para que possamos usufruir? Creio que não porque na maioria das vezes esperamos anos e anos para ver uma inauguração.

Um exemplo é a obra dos viadutos que foram gastos milhões e milhões e demorou mais de seis anos para ser inaugurada.  Hoje a obra é bonita e está sendo utilizada, mas quantos milhões de prejuízos os empresários de Pimenta Bueno que tem seus comércios a beira das marginais da BR 364 não devem ter tido.

Era poeira, lama, alguns até mudaram de cidade. Faça uma reflexão sobre os quatro anos de poder que você vai dar para uma pessoa administrar tudo que é arrecadado, pago com seu suor e todo tipo de recurso que vem para ser empregado em benefício do município e da comunidade em geral.

Depois não adianta chorar o leite derramado dizendo: político é tudo corrupto, político é tudo bandido e por ai vão as insinuações. Você não pode esquecer que possivelmente o possível corrupto (a) está ou estará administrando orçamentos de milhões de reais em prol ao município e a comunidade em geral pela decisão passada ou futura.

Será que estão ou estarão lhe representando da maneira correta, haja visto que você possivelmente tenha se corrompido ou se corromperá por R$ 50.00, ou uma caixinha de cerveja ou um churrasco no domingo? São essas coisinhas aparentemente bobas que estão lhe custando ou irão lhe custar quatro anos de prejuízo.

Outro detalhe para você caro eleitor que possa cair em tentação de se corromper por R$ 50,00 ou qualquer tipo de beneficio em causa própria de momento. Saiba que o parlamentar não é burro e se ele comprou o seu voto, então não lhe deve nenhum tipo de satisfação durante os quatro anos que estará ocupando o cargo que você o colocou graças à procuração que você eleitor tenha passado ou possa vir a passar com a venda do seu poder maior, o seu voto.

Lembre-se: o que o município foi, é, ou será, é graças a sua autorização de poder para aquele (a) que administra ou administrará todo e qualquer montante de valores em recursos para o município, pois na teoria é para ser usado em seu benefício caro cidadão eleitor ou cidadã eleitora, mas que na pratica isso não se concretiza.

Não pense no seu benéfico próprio dias antes das eleições. Pense nos benefícios que você terá ou perderá devido a sua decisão comprada ou tomada de forma correta.

A sua mente tem o poder de avaliar em segundos, milésimos ou até menos tempo a decisão que vai ser tomada, então pense e avalie, tome a decisão correta antes de apertar a tecla Confirma na Urna Eletrônica.

Em outra oportunidade vamos refletir juntos, eu aqui juntando as palavras e você lendo essa humilde opinião sobre o futuro do nosso município e os benefícios que teremos ou as consequências que sofreremos durante os próximos quatro anos.

Omégeni Ramos

Nenhum comentário:

Postar um comentário