18 de fev de 2014

“Se não ler, irá saber pela boca alheia”

Por Omégeni Ramos

Foi realizada na noite desta segunda-feira (17), na Câmara Municipal de Pimenta Bueno, a primeira sessão ordinária do ano de 2014.

O “descaso” da atual administração para com o município de Pimenta Bueno e comunidade foram levantados pelos vereados José Irineu (PT), Bozo (PSB) e Elias Josias (PSB) que fizeram uso da tribuna.

No ano de 2013, antes da sessão de julgamento dos vereadores Celso Bueno (PSB), Rodnei Pedroso (PMDB), Maicon Miyabara (PTB) e Dener Dias (PTB) alguns vereadores se manifestavam frequentemente na “defesa” do prefeito, mas nessa primeira sessão do ano de 2014, nenhum vereador se manifestou para relatar algo que a atual administração possa fazer para Pimenta Bueno. Será que os calados não vão querer aparecer na foto se a história começar a mudar?

Nessa primeira sessão ordinária ficou bem óbvio que o prefeito Jean Mendonça está no descrédito, pois se tem base política na câmara, ela está oculta, pelo menos momentaneamente.

Na política é assim: aliados somente na alegria, pois na “tristeza” eu “tiro o chapéu” para o vereador Bozo que honrou sua palavra no processo referente aos acusados da suposta prática do crime de concussão, tanto em voto secreto quanto em voto aberto.

Juntos, aprenderemos mais sobre o “jogo” político em período eleitoral e possíveis alianças nos próximos textos, até porque ainda é início de 2014 e os quatro vereadores cassados são fortes lideranças.

Sabemos que vários nomes de nossa cidade serão candidatos a uma vaga na assembleia legislativa. Vocês acham que essas lideranças não serão procuradas para apoiar o candidato X ou Y?

Eu já vi aqui em Pimenta Bueno, candidato B dizendo que se estivesse junto com o deputado K no mesmo palanque, poderiam separar que era briga. Imaginem quais as duas pessoas que eu vi no mesmo palanque em um comício? O B e K, e podem ter certeza que não era briga!

Sei não, acho que alguns estão se precipitando, mas como a boa parte do povo se esquece de fatos, nem irão notar quem estará de mãos dadas nos palanques nessas eleições de 2014. Só Deus sabe o futuro, vamos aguardar para ver.

Essa primeira sessão ordinária do ano de 2014, foi presidida pela vereadora Scheilla Cassol (PROS), parlamentar denunciante no processo que levou a cassação de quatro vereadores, os quais possivelmente podem retornar.

O nome da parlamentar é cogitado para disputar uma vaga na câmara dos deputados federais. Recentemente a vereadora soltou o verbo sobre o descaso da administração atual. A notícia foi manchete em vários veículos de comunicação em todo o estado de Rondônia.

Nessa primeira sessão ordinária, não estavam presentes os vereadores Paulo Adail – PMDB (presidente da câmara) e Henrique Sanches – PMDB.

Para finalizar, afirmo que os quatro vereadores acusados da suposta prática do crime de concussão são fortes lideranças.

Quais serão os candidatos que irão buscar o apoio dos mesmos nas eleições desse ano?





Nenhum comentário:

Postar um comentário